ATLETAS MADEIRENSES NO CENTRO DE ALTO RENDIMENTO DE GAIA

Atletas Gonçalo Gomes e Tiago Li perseguem carreira no CAR

   Os atletas madeirenses Gonçalo Gomes (CD 1º Maio) e Tiago Li (CD São Roque), dois dos mais talentosos e promissores atletas de Ténis de Mesa da Madeira nos últimos anos, decidiram mudar-se para o Porto para treinar a tempo inteiro no Centro de Alto Rendimento de Vila Nova de Gaia, sob a coordenação da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa.
    Os atletas insulares, assíduos convocados das seleções nacionais de jovens nos últimos anos, são já detentores de um currículo desportivo invejável, com participações nas mais prestigiantes provas de Ténis de Mesa internacionais. Neste ano atípico, onde a competição foi muito condicionada devido à pandemia Covid-19, estes dois atletas, no último ano na categoria de juniores, viram-se privados de competir nos principais palcos internacionais da modalidade.
     O cancelamento dos principais circuitos nacionais, europeus e mundiais do escalão, a anulação do Campeonato da Europa de Jovens e a impossibilidade de realização do Campeonato do Mundo de Juniores, agendado para Portugal, representaram um prejuízo desportivo grande para estes dois talentos. A integração nas principais equipas a competir no Campeonato Nacional da 1ª Divisão Masculina e a qualidade de treino superior colmatará esta fase mais atribulada da carreira, que entrará agora noutra fase.
    Além dos títulos regionais, ambos são detentores de vários títulos a nível nacional e não só, destacando-se que Gonçalo Gomes foi Campeão Nacional de Equipas Masculinas nos escalões de Cadetes e Juniores e mais recentemente venceu o Top 12 Nacional de Jovens 2019. Atualmente ocupa a 34ª posição no Ranking Mundial de Juniores.
     Já o atleta Tiago Li, atualmente campeão nacional de Juniores e Sub-21, alcançou inúmeros títulos de singulares, pares e pares mistos, destacando-se obviamente  a vitória no Open de Jovens de Hong Kong em 2017. Atualmente ocupa o 140º lugar na hierarquia mundial de juniores.
     Esta época, tanto Gonçalo como Tiago decidiram começar a treinar no CAR de Gaia, naquele que é o centro de treino de alguns dos melhores jogadores de Ténis de Mesa da atualidade, num passo fundamental na persecução do sonho que ambos partilham, de fazer carreira como jogador profissional de Ténis de Mesa. A Associação de Ténis de Madeira decidiu fazer uma pequena entrevista aos nossos atletas, onde resumiram qual o seu ponto de vista com esta mudança.

Como está a ser a tua experiência no CAR?
"Está a ser uma boa experiência, estou a gostar, estou a treinar com grandes jogadores e muito mais vezes. Estou a gostar imenso!"

É difícil estar longe de casa e ter que se empenhar na carreira de atleta de alto rendimento?
"Acho que não porque aqui consigo concentrar-me mais no Ténis de Mesa, não tenho outras distrações, assim consigo treinar e dar o meu máximo em todos os treinos. Há vários dias em que tenho de acordar cedo para ir às aulas, não é tão fácil treinar mas tenho-me esforçado imenso, tento estudar o máximo que posso e também treinar o máximo que posso. O estatuto de atleta de alto rendimento permite-me conciliar os estudos e os treinos um pouco melhor, é difícil mas até ao momento tenho conseguido gerir tudo."

Quais são os teus objetivos, enquanto atleta de ténis de mesa, a médio-longo prazo?
"Gostava imenso de ser jogador profissional, sei que é muito difícil, mas estou a trabalhar para isso, estou a dar tudo o que tenho para fazer disto a minha vida."

Como está a ser a tua experiência no CAR?
"Tem sido uma experiência interessante, pois, tenho atletas de topo mundial a treinar ao meu lado, posso trocar experiências e aprender muito com eles, o que me permite crescer enquanto jogador."

É difícil estar longe de casa e ter que se empenhar na carreira de atleta de alto rendimento?
"É difícil, tive de sair da minha zona de conforto, já não tenho os meus amigos por perto, a minha vida mudou completamente mas para apostar na minha carreira e poder evoluir tenho de fazer sacrifícios e este é um desses."

Quais são os teus objetivos, enquanto atleta de ténis de mesa, a médio-longo prazo?
"Os meus objetivos como jogador de Ténis de Mesa são, no futuro, integrar a Seleção Nacional de Seniores Masculinos e também ter a oportunidade de jogar numa primeira divisão da Liga Alemã ou da Liga Francesa, ligas de referência no Ténis de Mesa europeu."